Telefone (51) 3029.0100 contato@amodeoebeck.com.br

A prévia da inflação oficial do governo, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), teve alta de 0,35% em dezembro de 2017 frente a uma taxa de 0,34% em novembro, divulgou o IBGE recentemente. Com isso, o índice terminou o ano com uma alta acumulada de 2,94% — menor resultado desde 1998, quando havia registrado 1,66%. O resultado fechado do IPCA-15 do ano é chamado de IPCA-E e é usado como referência para a correção do IPTU.

Em novembro, o indicador havia subido 0,32%. Pesquisa da Reuters com economistas estimava alta de 0,36% na comparação mensal. Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo instituto, três apresentaram resultados em queda: artigos de residência caíram 0,27%, comunicação encolheu 0,26% e alimentação e bebidas recuou 0,02%. Este último vinha atuando como um dos principais fatores a influenciar a queda da inflação, puxado por feijão-carioca (-5,02%), batata-inglesa (-3,75%), tomate (-2,88%), frutas (-1,40%) e carnes industrializadas (-1,29%).

Com 1,16%, o grupo de Transportes foi a principal pressão sobre a inflação do período. Isso devido principalmente ao aumento de 2,75% da gasolina — o item lidera o ranking dos principais impactos individuais, com 0,11 ponto percentual (p.p.). Houve pressão, também, dos itens passagens aéreas, com alta de 22,34%, e do e etanol, de 4,34%.

No Rio, a redução das tarifas de ônibus fez com que o item ônibus urbano tivessem queda de 1,04%, e exercessem o maior impacto negativo no índice do mês: menos 0,03 p.p.

A meta de inflação do governo é de 4,5%, com margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Os dados divulgados nesta quarta indicam que inflação brasileira encerrará o ano aquém do objetivo pela primeira vez desde a implementação do regime de metas.

Se o IPCA de dezembro, a ser divulgado em 10 de janeiro, se confirmar abaixo de 3%, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, deverá publicar carta aberta explicando o motivo do descumprimento e indicando o que faria para mudar esse quadro.